The Coooolest Shorts!

Eu não sabia, mas tenho amigas talentosas, que – ainda bem – resolveram usar seu talento para a alegria das mulheres brasileiras! (e gringas também, por que não?) A Carla e a Bruna são apaixonadas por aqueles shorts customizados, tie-dye, destroyed, mas acham difícil encontrar no Brasil, e quando encontram, os preços são altíssimos – e são mesmo. E foi assim que surgiu a Coolest!

coolest1

62375_535558396476549_1655038733_n

Para a coleção de lançamento, foram escolhidos três estilos de customização: Roxo e verde em Tie-Dye, destroyed e com aplicação de tachas. E sabe o que mais? Os preços não passam de R$90,00!

coolest3

148703_540364645995924_1641325741_n

Acompanhe novidades e lançamentos na página da Coolest no Facebook & siga no Instagram para ver os bastidores da marca! A loja online já está funcionando, vale a pena dar uma olhadinha (e uma compradinha!)

Recicla Luxo

Andei fora do mundo da moda por bastante tempo, é taaanta informação que chega uma hora que não dá. Nessas “férias”, vi o quanto o mundo está acabando e as pessoas só estão comprando, comprando e comprando mais (não posso falar muito, mas estou tentando me controlar, ok?) Por isso, achei o Recicla Luxo um projeto muito bom! Quem é rhyca e não gosta de usar Fast Fashion, pode renovar seu guarda roupa, passar para frente alguma peça que não gosta mais and ajudar ONGs! 100% do lucro do brechó é revertido para Instituições Beneficentes parceiras.

meu ~achadinho~! (que não vou comprar porque não tenho verbas)

Tem Chanel, Marc Jacobs, Juicy Couture, Ralph Lauren, entre outras, além de venderem jóias, perfumes e SAPATOS! Vale a pena dar uma pesquisada, tentar encontrar ~achadinhos~ e ajudar quem precisa, afinal, não é só o look do dia que importa nessa vida, não é? 

Wanna be: Ivania Carpio

Com essa repentina e enorme democratização da moda, o que menos se vê (na minha opinião, claro), é estilo de verdade. Afinal, com tantos looks do dia disponíveis, fica fácil se vestir bem, não fica? Posso dizer que leio/vejo mais blogs alheios do que posto aqui, e de uns tempos pra cá, tá todo mundo igual. Milagre é entrar na Zara e achar alguma coisa que ainda não apareceu em nenhum look do dia.

Por isso gosto tanto do LOVE AESTHETICS. É diferente de tudo e é lindo. Ivania sim, uma verdadeira fashionista holandesa, traz seu estilo minimalista com um toque de sportswear do jeito mais incrível de todos.

Muito acrílico, branco, preto, cores claras, metálicos, cabelos em tons pastel e como ninguém é de ferro, de vez em quando rolam umas cores, jeans e estampas. Se voltar um pouco seus posts, dá pra ver que a blogueira e aspirante a jornalista deixou de lado a vida de Fashion Victim It Girl para assumir seu estilo – de maneira excepcional. 

Para aspirantes a Ivania, a blogueira tem vários post de DIY, ensinando a fazer acessórios, roupas e até algumas dicas de decoração! Muito inspiradora.

Pagode Old School

Aqui vai uma dica pra galera que cresceu nos anos 90 (e no comecinho dos anos 00) e que provavelmente ouvia e dançava (não vale fingir que não) o bom e velho pagode. Sim, Molejo, Art Popular, Soweto, Negritude Jr, etc.

Aproveita que agora é hipster curtir uma nostalgia e dá uma olhadinha na página do Pagode Old School no Facebook!

NYFW: 3 maneiras de ser mulher em NY

A semana de moda de NY acabou, e como semana de moda propõe muita coisa, peguei só alguns pontos que achei importantes, porque no fim das contas vão ser só alguns detalhezinhos que farão a cabeça dos fashionistas do mundo afora. Escolhi então 3 estilos diferentes abordados para primavera/verão na NYFW:

Depois de uma temporada de ostentação barroca, algumas marcas que desfilaram em NY apresentaram uma coleção sem muito brilhopedrarias ou ornamentos, Theysken’s Theory e Lacoste trouxeram para as passarelas uma mulher minimalista esportiva, que usa tons neutros, shortinhos de academia e maxi shirts.

Reed Krakoff trouxe a mulher minimalista com um toque de elegância e leveza, que usa cortes e peças simples, enquanto Alexander Wang exibiu o minimalismo com um toque de futurismo, com couro recortado e peças metálicas.

A outra mulher de NY simplesmente cansou de toda a vida cosmopolita e resolveu fazer a Maria do Bairro. Tory Burch explorou o lado mais camponês, com estampas quadriculadas e cestinhas de picnic, colares hippies e tranças “mal feitas”, já a Marc By Marc Jacobs acha que, apesar de todas as estampas quadriculadas e cestas de comida, um ar urbano é sempre bom. 

Mas lógico, que nem sempre a garota do campo tem que parecer pobrinha e andar com sacolas de comida, Donna Karan propôs uma Maria do Bairro um tanto quanto minimalista, que usa roupas estruturadas e em tons mais discretos,  Zac Posen e J. Mendel, uma rica, diva e elegante para arrasar no campo. 

E por último… meu preferido a mina de aba reta o street style! Sim. Não foram muitas marcas que propuseram uma garota street, mas as que sim, sambaram. DKNY (acima) trouxe um mix de peças sportwear, com clássicas, como a saia midi plus milhões jeans e metálicos!

A marca tem até uma nova versão do famoso & polêmico wedge sneaker da Isabel Marant!

Já 3.1 Phillip Lim, apostou numa mulher do streetstyle mas menos esportiva e mais 90’s. Muitas cores e estampas marcaram a coleção, oncinha, floral e jeans para mulheres que curtem mesmo chamar a atenção.