Música para os meus ouvidos: Mumford & Sons

Mumford & Sons é um quarteto inglês cuja sonoridade é um misto de  Bluegrass, Folk, Country e Indie. Em síntese, é como quase nada que você tenha ouvido antes. E, acredite: é maravilhoso.

Marcus Mumford, Marshall Winston, Ben Lovett e Ted Dwane usam ao todo dez instrumentos para trazer hora um folk animado e majestoso como “The Cave” ; hora pra jorrar melancolia, como a sincera “I Gave You All” – essa inclusive, é uma das fortes candidatas pras minhas favoritas do ano.

Como tudo que é inglês, eles já foram incluídos em uma cena: o tal “neo-folk inglês”, que inclui também Laura Marling, Johnny Flynn, Jay Jay Pistolet and Noah and the Whale.

Sigh No More, o álbum de estréia, foi lançado em Outubro de 2009 [Reino Unido] e Fevereiro de 2010 [Estados Unidos],  e já caiu no gosto da crítica. Inclusive, “The Cave”, o primeiro single do álbum, tocou no episódio “Thomas”, na quarta temporada de Skins.

– Trilha sonora para: uma tarde ensolarada, um piquenique gostoso, pra relaxar enquanto lê um livro;

– Parecido com: Florence + The Machine, Beirut, Slow Club, The Low Anthem & The Maccabees, além dos já citados anteriormente.

Mais M&S em: Site Oficial / Myspace / Last.fm

Download do álbum

Lovely.

Advertisements

Fashion Rio: Filhas de Gaia – Verão 2010

A filhas de gaia é uma marca que eu acompanho desde o verão 2009, temporada de estréia de Marcela e Renata no Fashion Rio.
A marca, que de inicio trabalhou com vestidos de festas incomuns e divertidos, parecia perder sua “mágica” desde a última temporada, quando foi acusada de copiar não só a Balenciaga, mas também Alexandre Herchovitch e Glória Coelho.

Neste verão 2011, a marca, trouxe uma tarde de piquenique como tema. Vestidos com estampas de cupcakes e flores, broches em formatos de insetos davam vida hora a modelagem conceitual do vestido amplo e rigido, hora ao vestido tulipa com as mangas desconstruidas, com um quê de Maria Antonieta, com as cinturas marcadas.

O drapeado dos ombros e os vestidos nude transparentes bem simples, por mais que conceituais, pareciam over. Não lembravam, nem de longe, o ar contemporâneo-chic da cliente da marca.

A coleção pulou do cenográfico ao contemporâneo pelas bermudas nude, fininhas, ideais pro verão junto das anabelas pesadas e o make clean. O destaque fica por conta dos corsets desconstruidos, que trouxeram a sensualidade já registrada das filhas de gaia.

Prince Charming : Francisco Lachowski

Curitibano, 19 anos, lindo, taurino, com tanquinho & currículo invejáveis: Frankie já estreou campanhas da Dior, Calvin Klein, Lacoste, entre outros. Além disso, já desfilou em NY,Paris e Milão e, atualmente, está no Fashion Rio.

Logo mais vem pro SPFW! :} Para tristeza geral do MIS, ele volta pra NY/Paris & Milão (denovo) essa semana, e nao desfilará no SPFW }:

É nessas horas que bate aquele orgulho de ser brasileira.

(mas podem tirar o olho ok)

Mais FL:    ♥

http://fuckyeahfrancisco.tumblr.com/

http://models.com/models/francisco-lachowski

Auslander e o Fashion Rio

Nós aqui curtindo os ares de São Paulo, enquanto os nossos parceiros cariocas curte o Fashion Rio (Semana de Moda do Rio de Janeiro) que está acontecendo esta semana.

Como uma boa amante de Moda, assisto todos os desfiles pela tela do meu computador já que não consigo ir muito além disso, por enquanto.

Não deu pra deixar de reparar no desfile do Auslander, meu, lindo! #sério

Os cabelos, o make up, as cores, tava tudo ótimo, tirando a estampa “aloka”, que não curti muito. Já a Karen O do Yeah Yeah Yeahs caiu muito bem em alguns tecidos.

A mistura de estampas, xadrex, cores vibrantes (sem forçar muito pro cine), tecidos retrôs e rendas foram inspirados em festivais de verão, o que diz o estilista.

Mas na real, tem alguns looks aí, que são muito rock’n roll, e não só nos looks, o desfile ainda contou com o show da Martina Sorbara, do Dragonette que encerrou com classe!

Candie ♥

Skins…the movie?

Os que já conhecem Skins, não precisam de uma descrição da série – duvido que alguém vá se esquecer tão rápido do drama teen mais divertido, maluco, drogado e pervertido já feito. Drama esse, que de teen não tem nada: já notou que Skins é recomendada pra maiores de 18?

Paradoxos a parte, se você nunca assistiu Skins, meus pêsames – você está perdendo uma das melhores séries já feitas (sem exageros!). Sem clichês e sem forçar, a série acompanha a vida de jovens de Bristol, Inglaterra, cuja vida é regada a bebidas, festas, romance, drama, e drogas – muitas drogas.

A questão aqui é: Skins vai virar filme. E segundo os produtores, ninguém quer fazer um episódio de 90 minutos da série, e sim realmente uma adaptação, com personagens do primeiro e segundo elencos, além de novos personagens.

Chris, sentimos sua falta! ):

Os produtores, diretores e os próprios personagens sabem que vão ser um grande desafio. O filme, que começará a ser gravado em Setembro, já é previsto pra ser lançado em 2011, no verão inglês, e é co-produção entre a Cinemanx, Film4 e a Company Pictures, essa ultima a qual produz o seriado.

Bre xx

Glamour in Garbage

Mark Hunter (The Cobra Snake)! Ah, ainda sonho em ser fotografada por ele! Aliás, em fazer o que ele faz. Até hoje eu só consegui relacionar o “party everyday” do Black Eyed Peas com uma pessoa, e com certeza é ELE!

Imagine festas todos os dias, aliás, duas ou três por dia. multiplique o número de festas que teria em um ano por toda a quantidade de loucura que as pessoas mais birutas do planeta não demonstram para não pegar mal. SIM, você criou uma festa que Mark Hunter fotografou!

Tá, não tem como explicar, se você quiser saber como é a vida mais legal do mundo, come here!

Mas fica de boa que o cobra ainda vai fotografar as festas do nosso blog!

HAHA *:

Inspiração: Audrey Hepburn

Porque pegar o Humphrey Bogart, ser a rainha da elegância, falar meras 6 línguas fluentemente e tomar café da manhã na Tiffany & Co, ah… com certeza é pra poucos.

“Always be a first rate version of yourself.”

Audrey Hepburn