Mulheres reais, curvas reais!

Talvez você não saiba, mas as “gordinhas” são 40% das brasileiras. E como qualquer mulher, quem disse que elas não gostam de se sentir bonitas, bem-vestidas e modernas?

Ainda sim, é difícil entender o porquê de estilistas e lojas de fast fashion brasileiros esquecerem desse público – lá fora, a maioria das lojas de departamento já tem suas áreas especializadas, e, marcas como Dior e Hèrmes já colocaram modelos plus-size nas passarelas.

Velvet D’Amour: modelo plus-size americana, arrasando na passarela da Dior. Alguém discorda?

As roupas que a gente acha pra esse público é sempre mais do mesmo: roupas com cara de “tia”, blusas extremamente largas, leggings, batas e, raramente, um jeans de bom caimento. Ecati.

Mas, com um olho clínico, algumas dicas e truques na manga tudo tem solução: a gente elegeu divas plus-size e seus principais ensinamentos. Presta atenção!

Flúvia Lacerda

Conhecida como “a Gisele GG”, Flúvia é top plus-size, brasileira e muito bem sucedida na carreira. Dona de um manequim 48, Flúvia mostra que não é preciso seguir nenhuma das “regras pra gordinhos” pra se vestir bem – e com muita classe.

Segredo da Flúvia: Quem disse que gente acima do peso não pode usar cores, é porque não conhece Flúvia. A top abusa das blusas coloridas/estampadas, que, quando coordenadas com uma 3º peça, mais escura que a blusa de baixo e usada em aberto; cria uma silhueta alongada. Pra fechar com chave de ouro, ela dá preferência à peças acinturadas, pra criar uma cintura fina em terceiro plano – sem perder nenhum kilo.

Queen Latifah

Cantora, rapper e atriz norte-americana, Queen Latifah é vencedora de um prêmio Grammy e de um Globo de Ouro.

Da balada ao tapete vermelho, Queen está sempre impecável. Quer aprender alguns segredos dela?

– Valorização dos pontos fortes: Queen tem um colo invejável. Enquanto ela valoriza o decote, ela investe em comprimentos maiores, pra evitar qualquer vestígio de vulgaridade.

– Tecidos: quem disse que gordinhas não podem usar estampas? Queen prova ao contrário no vestido de estampa animal. Observe que, como a estampa é forte, o tecido tem de ser opaco. E vice-versa: pra tecidos brilhosos, Queen investe em cores escuras, como o preto e o chumbo.

Oprah Winfrey

Oprah é talvez a apresentadora mais bem sucedida da face da terra. Com o Talk Show de maior audiência da história da televisão, o The Oprah Winfrey Show, Oprah é vencedora de múltiplos Emmys e uma entrevistadora de mão cheia.

Oprah abusa da vibe 50’s no seu guarda-roupa, com saia evasê e cintura marcada. Os dois ultimos, quando combinados, deixam a produção feminina, alongam a silhueta e disfarçam o quadril largo. Mais fácil e prático, impossível.

Stephany Z. (Le Blog de Big Beauty)

Pra completar o time, Stephanie é uma blogueira francesa, mestra em produções casuais. Dentre os truques de Stephanie, a gente nota:

– Camisetas proporcionais: nem maior, nem menor. As de comprimento maior diminuem a silhueta e te deixam mais baixas; as mais justas marcam as saliências da barriga e trazem a impressão que elas são ainda maiores.

– Mangas: elas escondem os ombros largos e os braços fofos em excesso. Pra deixar tudo ainda mais fashionista, invista em ombreiras, ou em mangas com aplicações, como as da última foto.

– Calças: gordinhas podem sim, usar skinny! Só aposte em lavagens mais escuras e sapato de mesma cor da calça, pra evitar cortes na silhueta. Leggings também são boas opções, pra usar nos dias mais frios com ankle boots. As pantalonas disfarçam o quadril largo e caem bem em uma produção mais retrô. Aproveita!

E ai, ainda tem desculpas para usar o mesmo preto chato de todo dia?

Bre ★

Advertisements

6 thoughts on “Mulheres reais, curvas reais!

  1. Eu discordo!

    achei as modelos horríveis :$

    ainda acho que é muito dificil roupas boas ficarem legais em gente de corpo muito grande (sejam muito fortes, ou gordas :S)

    • Até ai, não é porque elas são “horriveis” que elas tem de se vestir mal né? :$
      Realmente, é difícil não só que as roupas fiquem boas no corpo de pessoas mais gordinhas – pra começar, já é dificil achar roupas. Grande erro das marcas brasileiras!
      Infelizmente, não é todo mundo que tem a sorte de ter um bom corpo. E a moda, como meio de expressão, deveria se preocupar mais com isso.

      • Até concordo, deveria, mas por na passarela eu acho demais :$
        Os modelos tão lá pra inspirar as pessoas, eles tem que ser “MODELOS” de beleza.
        Imagine um desfile com Ash stymest, Josh beech, Cole Mohr, Luke worrall e de repende surge uma modelo dessa no meio da passarela, eu ia achar abominável.
        A moda é um mundo pra poucos né? Por que não colocar gente de 1,70 a passarela também então? Ou bombados de academia?
        Se moda fosse um meio democrático eu até ia gostar, modéstia a parte meu rosto é bom pra modelar, mas meus 1,72 não permitem :$.
        Já fui bombadinho também e tive que emagrecer pras roupas ficarem boas em mim, as gordinhas que deem um jeito :$

  2. zuado seu comentario Marsh!!
    Todo mundo tem direito de estar na moda, e não é só por causa de um tipo de corpo diferente que a gente tem que andar brega por ai né?
    ja é dificil arranjar algo que fique bem…ainda tem que aturar comentarios no nivel do seu!
    seu corpo é perfeito? bom pra voce!

    acho super legal as gordinhas na passarela! quebra muito o conceito das magrelas sem graça! viva as curvas 🙂

    e faltou a bett dito no post!
    gordinha mais fashion é impossivel hahaha

    • Olha, desculpa se eu te ofendi.

      Do ponto de vista ético até concordo com você.

      Mas moda é pura estética, e do ponto de vista estético eu acho que não e ponto.

      o mundo da moda NÃO É DEMOCRÁTICO. [2]

  3. Achei super legal esse post, minha irmã e minha mãe sofrem com as marcas que não fazem tamanhos grandes, o máximo é G e muitas vezes aquele G que é mais pra um M pequeno. Acho que as marcas deveriam repensar e começar a fazer roupas para o público mais avantajado haha e acho legal a moda plus size,pois mostra que tem gordinhos que se sentem bem do jeito que são, porque acho que parte do preconceito com os gordinhos é que eles não se assumem, vivem de dietas malucas, acho que a saúde deve ser colocada em primeiro lugar, não é porque a pessoa é gorda que necessariamente não é saudável né ?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s