Barbie Goes Bad

Quando você pensa em Barbie, o que te vem a cabeça?

Aposto que sangue, morte, mutilação e assassinato brutal não foram, assim, exatamente as primeiras palavras que lhe vieram a cabeça.

Fugindo do convencional, eis que eu me deparei com Mariel Clayton e seu incrível trabalho com fotografia. Ela explora o desconhecido lado mal da Barbie e nos traz essa série de fotos não só brilhantes, mas irônicas e com tantos detalhes que fazem-a até parecer real #toystoryfeelings.

Quando perguntada pelo por quê das fotos, Mariel responde: “Porque eu odeio a Barbie. Eu intensamente odeio o
esteriótipo de que a mulher “ideal” não tem sequer formas autênticas. Você não pode ser como a Barbie sem o equivalente à um oceano de peróxido, 27 cirurgias plasticas e uma total falta de inteligência; então me irrita profundamente que essa seja o brinquedo que as mães escolham dar as suas filhas como exemplo à ser seguido. Por tras do vazio e perpétuo sorriso de batom esconde-se  o coração negro da verdadeira sociopata, exatamente como na vida real.”

Cuidados com a sua antiga barbie guardada na sua caixa de brinquedos antigos à parte, vamos as fotos.

veja mais fotos do flickr da Mariel Clayton.

Bre

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s